Dicas para sua primeira moto: Modelos e muito mais!

Está planejando comprar a sua primeira motocicleta? Então vale a pena dizer que existem algumas dicas bem interessantes para os motoqueiros de primeira viagem e alguns modelos que são mais recomendados para este público. Para não errar na compra e fazer o melhor negócio para você, leia o texto a seguir e veja algumas dicas valiosas para comprar a sua primeira moto:

Nova ou usada?

A primeira pergunta que o motorista precisa responder é: vai comprar uma moto nova ou usada? Assim como todas decisões que precisam ser tomada, cada uma dessas opções apresentará vantagens e desvantagens.

A moto nova provavelmente estará representando menos trabalho para o motorista de primeira viagem, pois já chegará para você zerada e completa. Para conhecer melhor a possibilidade, vale a pena verificar o lançamentos de motos 2020.

Enquanto isso, a moto usada terá um custo benefício mais acessível assim como será ideal para que você comece a treinar sem se preocupar em estragar o design da moto logo de cara.

Qual modelo escolher?

As motocicletas são divididas em categorias e a mais recomendada para quem está começando a pilotar ou nunca teve uma moto própria é o modelo Scooter.

A Scooter é uma moto simples mas que cumpre perfeitamente o seu desempenho em pistas e estradas. O principal destaque do modelo fica para o seu peso, que promove uma maior mobilidade para o motorista.

Um ótimo exemplo desse modelo é a Honda PCX, ideal para quem quer praticidade e economia de combustível. Além disso, a moto também promete conforto e segurança para o piloto.

Quem nunca teve uma motocicleta, mas se considera experiente nas duas rodas, ou simplesmente precisa de um veículo para enfrentar terrenos difíceis, a dica é apostar na categoria Trail. Temos como um exemplo considerável a Honda Bros 2020.

Quantas cilindradas?

Este é um aspecto bem interessante na hora de começar a pesquisa por uma motocicleta ideal. Isto porque a quantidade de cilindradas influencia não só no preço do modelo, como no próprio desempenho no dia a dia.

Para quem irá percorrer maiores distâncias, enfrentando estradas e cruzando cidades, o mais indicado é optar por mais cilindradas. Ou seja, modelos que vão de 0 a 100 km em pouco tempo e podem alcançar maiores velocidades.

Enquanto isso, quem irá utilizar a motocicleta em área mais urbana, precisando de agilidade dentro do limite, deverá optar por menos cilindradas. É preciso considerar principalmente as suas necessidades como motorista!